Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

C - Insígnias da Aviação Militar Portuguesa

História da Aviação Militar Portuguesa

Insígnias da Aviação Militar Portuguesa




Usada nas asas, entre 1914 e 1919 (Aeronáutica Militar) e entre 1914 e 1920 (Aviação Naval).









  • Usada nas asas entre 1919 1942 e nas asas e fuselagem entre 1942 e 1952 (Aeronáutica Militar);
  • Usada nas asas entre 1920 e 1952 (Aviação Naval);
  • Usada nas asas e na fuselagem entre 1952 e 1980 (Força Aérea);
  • Usada nas asas e fuselagem em aeronaves não camufladas entre 1980 e actualidade (Força Aérea);
  • Usada na fuselagem em aeronaves camufladas entre 1980 e a actualidade (Força Aérea);
  • Usada na fuselagem em qualquer aeronave entre 1993 e a actualidade (Força Aérea);

A Cruz da Ordem de Cristo é o emblema da histórica Ordem de Cristo, (também chamada Ordem dos Cavaleiros de Cristo) de Portugal. Desde então tornou-se um símbolo intrínseco a Portugal, usado, por exemplo, nas velas das naus do tempo dos Descobrimentos, nas aeronaves da Força Aérea Portuguesa, no Navio Escola "Sagres" da Marinha de Guerra Portuguesa e na bandeira da Região Autónoma da Madeira. É usada também no brasão de Tomar, juntamente com a Cruz Templária, cidade que foi sede da Ordem dos Templários em Portugal e da Ordem de Cristo, sucessora da anterior.
Já no século XIX, passou a representar a Ordem Militar de Cristo, em Portugal, e a Imperial Ordem de Cristo, no Brasil.





Insígnia de baixa visibilidade usada em algumas aeronaves (fuselagem), a partir de 1988 (Força Aérea).








Usada na cauda entre 1952 e a actualidade.






Fontes: Wikipédia, a enciclopédia livre.

Sem comentários :

Enviar um comentário