Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Camarões

Republic of Cameroon
République du Cameroun
República dos Camarões




Bandeira
Brasão de Armas






















Localização:
África, África Central, África Subsariana.


Origem / Pequeno resumo histórico:
     Provavelmente os primeiros habitantes dos Camarões foram os Bakas, tribos de pigmeus que ainda vivem nas florestas do sudeste do país. A língua Bantu teve a sua origem nas terras altas dos Camarões, mas muitos dos falantes partiram antes da chegada dos primeiros invasores.
     Entre os finais da década de 1770 e o início de 1800, os Fula, um povo islâmico, conquistou a maior parte das terras que actualmente constituem o norte dos Camarões, subjugando ou desalojando os habitantes, na maioria não muçulmanos.

     Os exploradores portugueses, capitaneados pelos navegadores Lopo Gonçalves e Fernão Pó, chegaram ao estuário de um grande curso de água na localidade de Duala, em 1472. Notaram a abundância de camarões nas margens do Rio Wouri , dando-lhe o nome de Rio dos Camarões. A zona costeira, depois reclamada pela Alemanha em 1884, passou a denominar-se Camarões (adaptado em alemão para Kamerun). Em 1916, após a partilha entre franceses e britânicos, todo o território interior, além do litoral, passou a receber o mesmo nome, conservando-o após a independência total, em 1961.
     Apesar da chegada dos portugueses à costa dos Camarões no Século XV, a malária impediu os europeus de se instalarem e conquistarem os territórios do interior até ao fim da década de 1870, quando grandes quantidades de quinino se tornaram disponíveis. No início, os europeus estavam sobretudo interessados em comercializar e adquirir escravos, o que faziam na zona costeira. O comércio de escravos foi reprimido em meados do Século XIX. Posteriormente instalaram-se nos Camarões missões religiosas cristãs, as quais continuam a desempenhar um papel importante na vida do país.

     No dia 5 de Julho de 1884 a totalidade do território camaronês e alguns territórios vizinhos tornaram-se na colónia alemã de Kamerun, com a capital situada primeiramente em Buéa e, mais tarde, em Yaoundé. Após o final da Primeira Guerra Mundial, o Reino Unido e a França dividiram a colónia, cabendo à França a maior área, sendo as zonas mais distantes transferidas para o domínio de outras colónias francesas, e governando o restante a partir de Yaoundé.
     Os Camarões franceses alcançaram a independência em 1960 sob a denominação de "República dos Camarões", no território conhecido como Camarões do Norte e Camarões do Sul. No ano seguinte, a maioria muçulmana do norte, que dominava dois terços dos Camarões britânicos, votou pela adesão à Nigéria, enquanto que no sul a maioria cristã votou de forma que o outro terço dos Camarões britânicos aderisse à República dos Camarões, formando a República Federal dos Camarões. Em 1972, uma nova Constituição substituiu a federação por um Estado Unitário.
     Permanece no entanto em aberto o conflito da Ambazónia (Camarões do Sul).


Cultura:
Música - A mais conhecida música dos Camarões é a makossa, um estilo popular que tem ganho adeptos em toda a África, além de músicas relacionadas com a dança Bikutsi.
     Os velejadores de piroga de Douala são conhecidos por uma espécie de música chamada ngoso, que evoluiu para uma espécie muito moderna acompanhada por zanza, balafon e vários instrumentos de percussão.
     Os pigmeus Baka vivem na floresta tropical dos Camarões, Gabão e Congo, juntamente com vários grupos étnicos Bantu.


Principais recursos naturais:
Madeira, petróleo, carvão, alumínio, calcário, cacau, café e algodão. Reservas não exploradas de gás natural.


Datas comemorativas:
Dia Nacional – 20 de Maio - Comemora a criação do Estado Unitário, em 1972.


Símbolos nacionais:
Bandeira Nacional;
Brasão de Armas;
Hino Nacional: "Chant de Ralliement" ("Canção da Reunião");
Insígnia da Força Aérea dos Camarões.

Insígnia da Força Aérea dos Camarões


Lema:
"Paix – Travail - Patrie" ("Paz, Trabalho, Pátria")


Vista parcial de Yaoundé, capital dos Camarões


Capital:                                                           Línguas oficiais:
Yaoundé                                                         Francês e Inglês


Moeda oficial:                                                 Tipo de Governo:
Franco CFA                                                   República Parlamentarista


Data de admissão como membro da ONU (Organização das Nações Unidas):
20 de Setembro de 1960


Organizações / Relações internacionais:
  • ONU - Organização das Nações Unidas;
  • CEEAC - Comunidade Económica dos Estados da África Central;
  • Commonwealth of Nations - Comunidade de Nações;
  • AALCO - Associação Jurídica Consultiva Afro-Asiática;
  • UA - União Africana;
  • MNA - Movimento dos Países Não-Alinhados;
  • OCI - Organização da Conferência Islâmica;
  • OIF - Organização Internacional da Francofonia;
  • ZPCAS - Zona de Paz e Cooperação do Atlântico Sul;
  • COI - Comité Olímpico Internacional;
  • Grupo dos 77 - Nações em desenvolvimento;
  • IPU - União Inter-Parlamentar;
  • UIC - União Internacional dos Caminhos-de-Ferro;
  • IHO - Organização Hidrográfica Internacional;
  • INTERPOL - Organização Internacional de Polícia Criminal;
  • IPU - União Inter-Parlamentar;
  • ICDO - Organização Internacional de Protecção Civil;
  • MIGA - Agência Multilateral de Garantia de Investimentos;
  • ICDO - Organização Internacional de Protecção Civil (observador);
  • OIM - Organização Internacional para as Migrações;
  • OMC - Organização Mundial do Comércio;
  • OPCW - Organização para a Proibição de Armas Químicas;
  • ICO - Organização Internacional do Café;
  • PCA - Tribunal Permanente de Arbitragem;
  • WCO - Organização Mundial das Alfândegas;
  • CEMAC - Comunidade Económica e Monetária da África Central;
  • IRENA - Agência Internacional para as Energias Renováveis;
  • IUCN - União Internacional para a Conservação da Natureza e dos Recursos Naturais;
  • ANWFZ - Tratado Africano para a Formação de uma Zona Livre de Armas Nucleares (assinado, não ratificado);
  • UIHJ - União Internacional dos Oficiais de Justiça;
  • WIPO - Organização Mundial da Propriedade Intelectual;
  • RAMSAR - Convenção sobre as Zonas Húmidas de Importância Internacional;
  • BAD - Banco Africano de Desenvolvimento.


Património Mundial (UNESCO):
  • Reserva de Fauna de Dja (1987);
  • Parques Trinacionais Sangha (2012) - (Sítio transfronteiriço partilhado com o Congo e a República Centro-Africana).

Fonte:
Wikipedia, a enciclopédia livre.

Sem comentários :

Enviar um comentário