Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Cazaquistão

Қазақстан Республикасы
(Qazaqstan Respublïkası)
Республика Казахстан
(Respublika Kazakhstan)
República do Cazaquistão




Brasão de Armas


Bandeira



















Localização:
Ásia, Ásia Central, Europa, Europa de Leste, Nação transcontinental.


Origem / Pequeno resumo histórico:
     Os primeiros habitantes do actual Cazaquistão eram o povo Saka, uma tribo nómada com origem nas montanhas da Ucrânia, cerca de 500 anos a. C.
     Os turcos da Mongólia dominaram a área desde o Século V d. C., especialmente no sul, até serem derrotados pelos exércitos de Genghis Khan, no Século X. Após a morte de Genghis Khan, em 1227, o império foi dividido entre os seus dois filhos, tendo o Cazaquistão sido dividido.

     Os uzbeques, um grupo de mongóis islamizados, derrotaram os herdeiros de Gengis Khan no Século XIV e ocuparam todo o território do Cazaquistão até se separarem: Aqueles que foram para sul fundaram o actual Uzbequistão, enquanto o norte se manteve nómada, dando origem aos cazaques.
     Em 1742, durante a sua luta contra o povo de Oyrat, os cazaques buscaram a protecção russa, que a partir daquele momento iria desempenhar um papel importante na história do Cazaquistão.

     Os cazaques, ou cavaleiros das estepes, descendem de tribos nómadas de origem turca e religião islâmica, que no Século XVII pedem protecção ao czar russo diante da ameaça de invasão mongol. O Império Russo retira o poder dos chefes tribais e domina gradualmente o Cazaquistão.
     Com a abolição da servidão pelo império russo, em 1861, milhões de camponeses russos e ucranianos instalam-se em terras cazaques doadas pelo governo central, provocando ressentimentos entre os nativos. O exército czarista reprime uma rebelião contra o poder russo em 1916, matando 150 mil pessoas. Seguiu-se a autonomia cazaque de Alash Orda (1917-1920) e a integração na União Soviética, como República Socialista Soviética do Cazaquistão.
     Em 1991, na sequência da dissolução da União Soviética, o Cazaquistão atinge a sua independência.


Cultura:
     Os valores morais tradicionais dos cazaques incluem o respeito aos anciãos e a hospitalidade com os estrangeiros.
     Até à colonização russa, os cazaques tinham uma cultura bem-estruturada, baseada numa economia de pastoreio e nómada. Embora o Islamismo tenha sido introduzido no Século XV, a religião só foi completamente assimilada muito tempo depois. Como resultado disso, ela passou a co-existir com os elementos anteriores de tengriismo.
     A crença tradicional cazaque acreditava que diversos espíritos habitavam a terra, o céu, a água e o fogo, assim como os animais domésticos. Até hoje, nas áreas rurais, os convidados considerados especiais costumam ser recebidos com um banquete e um cordeiro recém-abatido. Estes convidados são, por vezes, convidados a abençoar o cordeiro e pedir permissão ao seu espírito para partilhar da sua carne.

Gastronomia - Além do cordeiro, outras comidas tradicionais ainda mantêm o seu valor na cozinha cazaque. As carnes são cozidas tradicionalmente de diversas maneiras, e servida com produtos derivados do pão.
     Bebidas locais incluem o chá preto e bebidas tradicionais derivadas do leite, como o ayran, o shubat e o kymyz. Uma refeição tradicional cazaque envolve uma variedade de aperitivos, seguidos por uma sopa e um ou dois pratos principais, como o pilaf ou o besbarmak.

Equitação - Como o gado ocupa espaço central no estilo de vida tradicional, a maioria de suas práticas e costumes nómadas estão de alguma maneira relacionados com ele. Os cazaques estiveram historicamente ligados à equitação. Maldições e bênçãos tradicionais invocavam doença ou fecundidade entre os animais.
     As boas maneiras exigiam que uma pessoa perguntasse antes sobre a saúde dos animais dum homem ao cumprimentá-lo, e somente então perguntar sobre os aspectos humanos de sua vida. Ainda nos dias de hoje muitos cazaques expressam seu interesse por cavalos e pela equitação.

Desporto - O Cazaquistão destacou-se como uma potência desportiva da região centro-asiática nas seguintes modalidades: boxe, xadrez, kick boxing, esqui, ginástica artística, pólo aquático, ciclismo, artes marciais, atletismo, hipismo, triatlo, sambo, luta greco-romana e bilhar. Alguns cazaques são atletas de destaque, medalhados a nível internacional.

Artes - A nível musical, a cultura pop está firmemente assente entre os cazaques. O país possui um programa musical com grande popularidade, o Super Star KZ, uma versão local do programa de televisão American Idol. Almaty é considerada como uma das capitais musicais da Ásia Central, por receber shows de artistas famosos.
     A nível cinematográfico, o país também iniciou um grande crescimento. Em Almaty celebra-se todos os anos o festival cinematográfico com mais prestígio da Ásia central: o Evraziya, no qual se projectam filmes de toda a Ásia Central e de outros países de cultura turca como o Azerbaijão e Turquia, entre outros.


Principais recursos naturais:
Petróleo, gás natural, urânio, cromo, chumbo, zinco, manganés, cobre, carvão, ferro, ouro e diamantes.


Datas comemorativas:
Dia da independência – 16 de Dezembro – Celebra-se a data em que o Cazaquistão declarou a independência, da União Soviética, em 1991.



Símbolos nacionais:
Bandeira Nacional;
Brasão de Armas;
Hino Nacional: Менің Қазақстаным - Meniñ Kazaqstanım (“Meu Cazaquistão”);
Insígnia da Força Aérea do Cazaquistão.


Insígnia da Força Aérea do Cazaquistão



Capital:                                                                                    Línguas oficiais:
Astana                                                                                     Russo e Cazaque.


Vista parcial do centro de Astana, capital do Cazaquistão



Moeda oficial:                                                                         Tipo de Governo:
Tenge                                                                                        República Semipresidencialista


Data de admissão como membro da ONU (Organização das Nações Unidas):
2 de Março de 1992


Organizações / Relações internacionais:
  • ONU - Organização das Nações Unidas;
  • BERD - Banco Europeu para a Reconstrução e o Desenvolvimento;
  • CEEA - Comunidade Económica Euro-Asiática;
  • CEI - Comunidade dos Estados Independentes;
  • OCE - Organização de Cooperação Económica;
  • OCI - Organização da Conferência Islâmica;
  • OCX - Organização para Cooperação de Xangai;
  • OSCE - Organização para a Segurança e Cooperação na Europa;
  • OTSC - Organização do Tratado de Segurança Colectiva;
  • COI - Comité Olímpico Internacional;
  • OMC - Organização Mundial do Comércio (observador);
  • OIM - Organização Internacional para as Migrações;
  • IPU - União Inter-Parlamentar;
  • IRU - União Internacional de Transportes Rodoviários;
  • MNA - Movimento dos Países Não-Alinhados (observador);
  • GFN - Grupo de Fornecedores Nucleares;
  • INTERPOL - Organização Internacional de Polícia Criminal;
  • MIGA - Agência Multilateral de Garantia de Investimentos;
  • OPCW - Organização para a Proibição de Armas Químicas;
  • WCO - Organização Mundial das Alfândegas;
  • UIC - União Internacional dos Caminhos-de-Ferro;
  • PSIWMD - Iniciativa de Segurança contra a Proliferação de Armas de Destruição Maciça;
  • IRENA - Agência Internacional para as Energias Renováveis;
  • UIHJ - União Internacional dos Oficiais de Justiça;
  • RAMSAR - Convenção sobre as Zonas Húmidas de Importância Internacional.


Património Mundial (UNESCO):
  • Mausoléu de Khoja Ahmed Yasawi (2003);
  • Petróglifos da Paisagem arqueológica de Tamgaly (2004);
  • Saryarka - Estepes e Lagos do Cazaquistão Setentrional (2008).

Pormenor de uma cúpula do Mausoléu de Khoja Ahmed Yasawi (UNESCO)


Fonte:
Wikipedia, a enciclopédia livre

Sem comentários :

Enviar um comentário