Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Lockheed C-130H Hércules (primeira parte)

Imagem 1: Lockheed C-130H Hércules

Lockheed C-130H Hércules
Lockheed C-130H-30 Hércules


Quantidades:
     (C-130H: 3
(C-130H-30: 3)
Utilizador: Força Aérea
Entrada ao serviço: 15 de Setembro de 1977
Data de abate: Em serviço


Dados técnicos:
a)       Tipo de Aeronave
Avião quadri-motor turbo-hélice terrestre, de trem de aterragem triciclo retráctil, mono-plano de asa alta, revestimento metálico, cabina integrada na fuselagem, concebido para missões de transporte militar a média e longa distância.
Tripulação: Transporte geral - 6 (2 pilotos, navegador, 2 mecânicos e 1 operador de carga);
                    Transporte táctico – 8 (2 pilotos, 2 navegadores, 2 mecânicos e 2 operadores de carga).
b)       Construtor
Lockheed Aircraft Comp. / USA.
c)       Motopropulsor
Motores: 4 motores Allison T-56-A-15, turbo-hélice, de 4.910 hp cada.
Hélices: Metálicos, de quatro pás, de passo variável, posição de bandeira e reversível.
d)       Dimensões                           C-130H                 C-130H-30
                Envergadura …………......40,41 m                        40,41 m
                Comprimento…..………...29,79 m                        34,16 m
                Diâmetro...............................4 m                                4 m
                Altura………….……….......11,65 m                        11,65 m
                Área alar ……….……......162,12 m²                      162,12 m²  
e)       Pesos
                Peso vazio……………..…..36.300 kg                  38.600 Kg
                Peso máximo Take-Off…...69.750 kg                  69.750 Kg
                P. máximo de carga............18.200 Kg                 15.900 Kg
f)        Performances
                Velocidade máxima ……..…589 Km/h                   589 Km/h
                Velocidade de cruzeiro …….547 Km/h                   547 Km/h
                Tecto de serviço ………..10.668 m                    10.668 m
                Raio de acção ……………6.480 Km                    6.480 km
                Autonomia máxima.................13 h                              13 h
                Distância de descolagem........457,2 m                  457,2 m
                Distância de aterragem...........716,28 m                716,28 m          
g)      Armamento
Sem armamento.
h)      Capacidade de transporte (C-130H / C-130H-30)
92/128 passageiros;
ou 64/92 pára-quedistas;
ou 78/114 infantaria;
ou 70/74 macas (mais 6/2 assistentes);
ou 93/97 feridos ou doentes (mais 8/4 assistentes);
ou 19.686 Kg de carga.


Imagem 2

Resumo histórico:
     O Governo Americano colocou a concurso o projecto Hércules em 2 de Fevereiro de 1951, fazendo entrar em concorrência a Fairchild, Douglas, Boeing e Lockheed. Esta última foi a mais rápida, concluindo o projecto exactamente cinco meses depois. O primeiro de dois protótipos – designado Lockheed YC-130 – pilotado por Stanley Beltz e Roy Wimmer, iniciou os voos em 23 de Agosto de 1954 nas instalações da Lockheed em Burbank, na Califórnia. Uma vez construídos os dois protótipos, a produção foi transferida para Marietta, Geórgia, onde foram construídas mais de 2.000 aeronaves.
     Quadri-motor turbo-hélice, é considerado um dos aviões mais seguros, rentáveis e versáteis construídos na segunda metade do Século XX. Foi o primeiro avião de transporte táctico a usar o conceito de trem de aterragem “multi-roda” o que, aliado à asa alta, à grande rampa de carga e potência dos motores, fazem dele um extraordinário avião de transporte táctico.
     Essencialmente um avião de militar de transporte médio, é usado por mais de 50 países do Mundo, muitos deles em versões e aplicações de carácter civil.

     A primeira série de produção foi a dos C-130A, com motores Allison de 3.750 hp. O primeiro voo de teste foi realizado em 7 de Abril de 1955. A produção iniciou-se em Dezembro de 1956 e terminou em Fevereiro de 1959. Foram construídos 231 exemplares, dos quais 12 para a Real Força Aérea Australiana (RAAF) e os restantes a Força Aérea dos Estados Unidos (USAF):
     Os Lockheed RC-130A eram a variante especialmente equipada para missões de fotografia aérea para diversos fins. Até 1959 foram construídos 16 destes aviões para a USAF.
Imagem 3
     A versão seguinte, os Lockheed C-130B, foram dotados de motores Allison de 4.050 hp, e tinham maior capacidade de carga e maior autonomia. O primeiro voo realizou-se em 20 de Novembro de 1958, tendo entrado ao serviço da USAF em 12 de Junho de 1959. Dos 230 construídos, 10 destinaram-se à Força Aérea da Indonésia, 4 à Real Força Aérea do Canadá (RCAF), 7 à Força Aérea da África do Sul (SAAF), 70 foram convertidos em diversas variantes e os restantes utilizados pela USAF.
     Os Lockheed HC-130B, designado inicialmente por Lockheed SC-130B, foram especialmenteGuarda Costeira dos Estados Unidos (US Coast Guard), adaptados para busca e salvamento (SAR). As modificações incluíam um posto de rádio-operador na cabina de pilotagem, acomodação para dois observadores e grandes painéis transparentes nas portas da retaguarda para observação visual.
construídos para a
     A designação Lockheed JC-130B foi aplicada a seis C-130B, equipados para recuperar o satélite “Discoverer”. Tornaram-se operacionais em meados de 1961.
O modelo C-130C não passou de projecto.
     Foi também construído um protótipo designado de NC-130B, com dois turbo-reactores suspensos nas asas, tendo em vista a redução das distâncias de descolagem, projecto que foi colocado de parte.
     Os Lockheed C-130D tiveram a sua origem em aviões C-130A modificados para operar no gelo, sendo usados pela USAF na Antárctida, com trem de aterragem de rodas e skis (com 6,22 m). Podiam utilizar foguetes auxiliares de descolagem (JATO – Jet Assisted Take-Off). Foram construídas 12 unidades.
     O modelo Lockheed C-130E foi designado pelo construtor de Lockheed Model 382-44A. Era basicamente igual ao modelo C-130B, mas com maior autonomia, graças à instalação de dois depósitos auxiliares de combustível com capacidade para 5.145 litros, suspensos nas asas. O C-130E de teste voou pela primeira vez em 25 de Agosto de 1961 e os aviões de produção começaram a ser entregues a partir de Abril de 1962.
     Dos 383 então encomendados, 323 destinaram-se à USAF, 4 à US Navy, 1 à US Coast Guard, 20 à RCAF, 8 à Força Aérea Iraniana, 5 à Força Aérea Turca, 5 à Força Aérea Brasileira, 1 à Força Aérea Sueca, 4 à Força Aérea da Arábia Saudita e 12 à Real Força Aérea Australiana.

(continua)

Ver  Lockheed C-130H Hércules (segunda parte)
Ver  Lockheed C-130H Hércules (terceira parte)

Fontes (primeira parte):

Sem comentários :

Enviar um comentário