Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Schleicher ASK-21

Planador terrestre, Força Aérea Portuguesa, Schleicher ASK-21
Imagem 1

SCHLEICHER ASK-21

Quantidade: 4
Utilizador: Força Aérea
Entrada ao serviço: 18 de Novembro de 1988
Data de abate: Em serviço



Dados técnicos:
a)       Tipo de Aeronave
Planador terrestre, de trem de aterragem de roda simples instalada na fuselagem, com roda de cauda, mono-plano de asa média, revestimento metálico, de dois lugares em tandem com cobertura transparente, destinado a actividades desportivas.
Tripulação: 2 (piloto-instrutor e aluno).
b)       Construtor
Alexander Schleicher Segelflugzeugbau / Alemanha.
c)       Motopropulsor
Sem motopropulsor.
d)       Dimensões
                Envergadura …………...........17,00 m
                Comprimento…..………….......8,35 m
                Altura………….……………......1,55 m
                Área alar ……….……............17,95 m²
e)       Pesos
                Peso vazio……………..………360 kg
                Peso máximo………………….600 kg
f)        Performances
                Velocidade máxima ………...280 Km/h
                Velocidade mínima …………...65 Km/h
                Velocidade de manobra …….180 Km/h
                Velocidade de reboque ……..174 Km/h
                Tecto de serviço ………….não aplicável
                Raio de acção …………….não aplicável
g)      Armamento
Sem armamento.
h)      Capacidade de transporte
Nenhuma.


Imagem 2: Scheicher ASK-21mi

Resumo histórico:
     O Schleicher ASK-21 é um planador de grandes capacidades. Embora muito manobrável, é um planador para pilotos com experiência, capazes de explorar convenientemente as suas excelentes performances, realizando voos longos ou acrobáticos.


Percurso em Portugal:
     A Força Aérea Portuguesa (FAP) recebeu, entre 18 de Novembro de 1988 e 27 de Abril de 1989, quatro planadores Schleicher ASK-21, destinados à Academia da Força Aérea (AFA), em Sintra, que os colocou no Centro de Voo do Departamento de Actividades Aéreas, substituto da Esquadrilha de Voo da AFA. Mais tarde foi criada na AFA,  a Esquadra 802 - “Águias” (imagem 3) - onde se mantêm os ASK-21, e cuja missão é efectuar os estágios de selecção de voo aos candidatos à AFA e ministrar a instrução elementar de pilotagem aos alunos da AFA.
     A manutenção e os apoios logísticos ficaram a cargo da Base Aérea Nº 1 (BA1), também em Sintra.

Emblema da Esquadra 802, Academia da Força Aérea, AFA, FAP
Imagem 3: Emblema da Esquadra
802, AFA.
     Receberam as matrículas 1001 a 1004, que correspondem aos números de construção 21.394, 21.395, 21.409 e 21.410, respectivamente. A partir de 1993 alteraram as matrículas para 10101 a 10104.
     Os ASK-21 foram adquiridos com o propósito de substituírem os moto-planadores RF-10 nas actividades complementares à instrução de voo dos alunos-pilotos da AFA. Sendo planadores “puros”, necessitam de outro meio aéreo que os coloque no espaço. Para tal, três aviões Chipmunk e dois Dornier Do-27 foram preparados para reboque de planadores. Actualmente, sómente os Chipmunk estão envolvidos nesta operação.
O ASK-21 número 1101 foi retirado de serviço por ter sofrido um acidente.
     Estas aeronaves encontram-se inteiramente pintadas de branco (FS 17.875), com as pontas das asas e o bordo de fuga do leme de direcção em vermelho fluorescente (MIL-P-21.563).
     Ostentam a Cruz de Cristo, sobre círculo branco, inserido em coroa circular azul (FS 86.076), nos lados da fuselagem. A bandeira nacional, em forma rectangular, encontra-se em ambos os lados do estabilizador vertical. Os números de matrícula, a preto (FS 17.038), estão colocados no estabilizador vertical, sobre a bandeira nacional.


Fontes:
  • Imagem 1: © Carlos Pedro Blog Altimagem;
  • Imagem 2: Cortesia de alexander-schleicher.de;
  • Imagem 3: Colecção Altimagem;
  • Texto: "Aeronaves Militares Portuguesas no Século XX" - Adelino Cardoso - Edição ESSENCIAL, Lisboa, 2000.