Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Lesoto

Kingdom of Lesotho
'Muso oa Lesotho
Reino do Lesoto



Bandeira


Brasão de Armas





















Localização:
África, África Austral, África Subsariana.


Origem / Pequeno resumo histórico:
     No Século XVI os basothos (ou bosquímanos) estabeleceram-se na região do Transvaal (hoje África do Sul), na sequência de conflitos com a etnia zulu.
     No Século XIX os habitantes da Basutolândia travam guerras contra os bôeres. Em1896 o Lesoto passa a ser um protectorado do Reino Unido, convertendo-se em colónia em1884.
     Em 1966 o país torna-se independente, tomando o nome de Reino do Lesoto. O Rei Moshoeshoe II assume seu reinado.

O Rei Moshoeshoe II com os seus ministros

     A partir da década de 1970, o Lesoto dá asilo político a muitos sul-africanos contrários ao regime de segregação racial do país, o Apartheid. O General Justin Lekhanya dá um golpe de Estado em 1986, assumindo a chefia do governo. Quatro anos depois depõe o Rei Moshoeshoe II, substituindo-o pelo seu filho, o Príncipe Letsie. O general é deposto em 1991. Em 1995 Letsie renuncia, levando Moshoeshoe II a reassumir o trono. Com a morte do rei, em 1996, o seu filho volta ao poder, agora como Rei Letsie III.
     Eleições gerais realizadas em maio de 1998 dão vitória ao partido do governo "Congresso para a Democracia de Lesoto" (LCD), que obtém 78 das 80 cadeiras da Assembleia Nacional, elegendo o seu líder, Bethuel Pakalitha Mosisili, para primeiro-ministro. A oposição alega fraude e protesta. A escalada de manifestações, nos meses seguintes, leva, em Setembro, à intervenção militar da África do Sul, que envia 600 soldados ao país, e de Botswana, que participa com 300 soldados. A acção militar, requisitada por Mosisili sem conhecimento do Rei Letsie III - que é impedido pelo primeiro-ministro de falar à população, deixa aproximadamente 110 mortos e prejuízo de 10 milhões de dólares

Paisagem do Lesoto

Cultura:
     A cultura do Lesoto é homogénea e é quase exclusivamente formada por costumes culturais e tradicionais do povo Basotho, o maior grupo étnico no Lesoto. A cultura Basotho é muito rica em tradições culturais.
     O povo Basotho tem desenvolvido, ao longo dos séculos, uma cultura única: Vivem como um dos poucos países africanos encravados numa paisagem muito montanhosa, formando características especiais nas suas vidas diárias. A língua nacional é chamada de Sotho.
     O centro tradicional da cultura do Lesoto é a aldeia. As aldeias estão muitas vezes  situadas no meio das montanhas, a fim de ficarem protegidas contra as inundações nos vales. As aldeias dependem fortemente das actividades agrícolas. Cada aldeia é administrada por um chefe, semelhante a um presidente de câmara na europa.

Rondavels, as cabanas redondas numa aldeia do Lesoto

     As aldeias são constituídos por muitas cabanas, denominadas rondavels (cabanas redondas), que são construídas para várias finalidades, como casa para dormir, loja, armazém ou cozinha. Estas cabanas estão localizadas à volta dos campos do Basotho, onde são cultivados o milho, o trigo e o feijão.
     A distribuição dos campos pelas famílias individuais da aldeia é organizada pelo chefe da aldeia. As questões que afectam toda a aldeia são tratadas em reuniões denominadas Pitsos. Esta é uma reunião onde todos os adultos da aldeia são aceites como participantes e oradores.

Instrumentos tradicionais - Os instrumentos musicais tradicionais incluem o lekolulo, uma espécie de flauta que é tocada pelos pastores, o setolo-tolo, que possui alguma semelhança com a harpa judaica e é tocada pelos homens, usando a sua boca, e o thomo, que é tocado pelas mulheres.

Mulheres vestidas com trajes tradicionais

     O Festival de Artes e Cultura Morija é um festival de destaque na música Sotho. Este festival anual encontra-se muito ligado à história da cidade e do povo de Morija, onde os primeiros missionários chegaram, em 1833.


Principais recursos naturais:
Diamantes, água.


Datas comemorativas:
Dia da Independência - 4 de Outubro - Celebra a data de independência, do Reino Unido, em 1966.


Símbolos nacionais:
Bandeira nacional;
Brasão de Armas;
Hino nacional - Lesotho Fatse La Bontata Rona - (em tradução literal: "Lesoto, terra dos nossos pais")


Lema:
"Khotso, Pula, Nala" - (“Paz, Chuva, Prosperidade”)


Capital:                                               Línguas oficiais:
Maseru                                               Sesotho e inglês


Vista parcial de Maseru, capital do Lesoto


Moeda oficial:                                     Tipo de Governo:
Loti (L)                                                  Monarquia constitucional


Data de admissão como membro da ONU (Organização das Nações Unidas):
17 de Outubro de 1966.


Organizações / Relações internacionais:
  • ONU - Organização das Nações Unidas;
  • COI - Comité Olímpico Internacional;
  • Commonwealth of Nations - Comunidade das Nações;
  • Grupo dos 77 – Nações em desenvolvimento;
  • ICDO - Organização Internacional de Protecção Civil;
  • INTERPOL - Organização Internacional de Polícia Criminal;
  • IPU - União Inter-Parlamentar;
  • IRENA – Agência Internacional para as Energias Renováveis;
  • MIGA - Agência Multilateral de Garantia de Investimentos;
  • OMC - Organização Mundial do Comércio;
  • OPCW - Organização para a Proibição de Armas Químicas;
  • RAMSAR - Convenção sobre as Zonas Húmidas de Importância Internacional;
  • SADC - Comunidade para o Desenvolvimento da África Austral;
  • TPI - Tribunal Penal Internacional;
  • UA - União Africana;
  • UAAA - União Aduaneira da África Austral;
  • WCO - Organização Mundial das Alfândegas;
  • WIPO - Organização Mundial da Propriedade Intelectual;
  • ANWFZ - Tratado Africano para a Formação de uma Zona Livre de Armas Nucleares.



Património Mundial (UNESCO):
  • Parque Maloti-Drakensberg (2000, 2013) - (Partilhado com a África do Sul).


Parque Maloti-Drakensberg (UNESCO)


Fonte:
Wikipedia, a enciclopédia livre

Sem comentários :

Enviar um comentário