Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

JULHO


Iluminura do mês de Julho do Calendário das Riquíssimas Horas (1412-1416) de João de Valois, Duque de Berry (1340-1416) (Século XV). Manuscrito com iluminuras dos irmãos Paul, Jean e Herman de Limbourg (1370/80-1416). Museu Condé, Chantilly, França.

(A colheita - tosquiam-se as ovelhas e colhe-se o feno. O castelo que se avista ao fundo é o que se erguia outrora junto às margens do rio Clain, em Poitiers, França)


J



 ulho é o sétimo mês do ano no Calendário Gregoriano, com a duração de 31 dias.


     No Calendário de Rómulo (Roma Antiga) este mês chamava-se, em latim, Quintilis, pois era o quinto mês do Calendário Romano, que tinha início em Março. Posteriormente, quando o início do ano foi mudado de Março para Janeiro, Quintilis tornou-se o sétimo mês do calendário.
     Em 44 a.C. o Senado de Roma decidiu homenagear o imperador assassinado, Júlio César (101-44 a.C.), mudando o nome de Quintilis para o latim Julius, de onde provém a palavra "Julho".

  • Na Astrologia Julho tem início com o Sol no signo de Caranguejo e termina no signo de Leão.
  • Pela concepção de tempo dos pagãos, a Roda do Ano termina com Lughnasadh ou próximo dela, no Hemisfério Norte, e no Imbolc, ou próximo dele, no Hemisfério Sul.
  • Na Igreja Católica, Julho é dedicado ao Preciosíssimo Sangue de Jesus.
  • No antigo calendário japonês este mês é chamado de fumi zuki (文月).
  • No calendário irlandês é chamado de lúil e é o terceiro e último mês da estação do Verão.
  • No calendário finlandês é chamado de heinäkuu, que significa "mês do feno".
  • Na língua turca o nome do mês é Temmuz.
  • Em Galego, o mês de Julho é chamado de "xullo".

VERÃO (JULHO) - Pintura (1595/1600) do pintor italiano Leandro Bassano (1557-1622)
Galeria de Arte do Museu Kunsthistorisches, Viena, Áustria


Provérbios e ditados populares do mês de Julho:
  • Em Julho, faz vasculho.
  • Julho quente, seco e ventoso, trabalho sem repouso.
  • Em Julho abafadiço, fica a abelha no cortiço.
  • Em Julho ceifo o trigo e o debulho, e em o vento soprando o vou limpando.
  • Em Julho, reina o gorgulho.
  • Por todo o mês de Julho, o celeiro atulho.
  • Por muito que Julho queira ser, pouco há-de chover.
  • Por Sant’Ana limpa a pragana.
  • Por Santa Maria vai ver a tua vinha e qual a achares tal a vindima.
  • Por Santa Maria vai ver a tua vinha.
  • Por Santa Marinha visita a tua vinha; tal a acharás, tal vindima farás.
  • Por São Tiago na vinha pinta o bago.
  • Pelo São Tiago vai à vinha e acharás bago.
  • Por todo o mês de Julho, o celeiro atulho.
  • Quando Julho está a começar, as cegonhas começam a voar.
  • Quem em Julho ara e fia, ouro cria.
  • Quem trabalha em Julho, para si trabalha.
  • Se Julho for abafadiço, fica a abelha no cortiço.
  • Deus ajudando, vai em Julho mercando.
  • Dezembro com Julho ao desafio traz Janeiro frio.
  • Em Julho eu o ceifo e o debulho.

Fontes:
Iluminura e respectiva legenda: Cortesia de Escritório do Livro
Letra artística: Cortesia de Daily Drop Cap by Jessica Hische
Texto: Wikipédia, a enciclopédia livre.

Sem comentários :

Enviar um comentário