Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Barbados

Barbados


Bandeira

Brasão de Armas






































Localização:
América, América Central, Caraíbas.
(Micro-Estado)




Origem / Pequeno resumo histórico:
     A ilha de Barbados foi descoberta na primeira expedição de Cristóvão Colombo em 1492, mas não chegou a ser colonizada pelos espanhóis.
     Entre 1536 e 1627 foi visitada por Portugueses, que a denominaram "Os Barbados" ou "O Barbudo", devido ao aspecto das figueiras nativas da ilha. Estes, de passagem para o Brasil, foram os responsáveis pela introdução dos porcos encontrados posteriormente no estado selvagem, pelos colonizadores ingleses.

     Os primeiros britânicos encontraram a ilha desabitada em 14 de Maio de 1625, e o seu capitão, John Powell, reclamou a posse da ilha em nome de Jaime I de Inglaterra.
     Os primeiros colonos desembarcaram em 17 de Fevereiro de 1627, na área da actual Holetown (anteriormente Jamestown) - um grupo de 80 pessoas e dez escravos africanos sob o comando do mesmo capitão Powell. Esse estabelecimento foi financiado por Sir William Courteen, um rico comerciante de Londres, que arrematara à Coroa os direitos de exploração sobre Barbados e várias outras ilhas não reclamadas na região. Desse modo, os primeiros colonos eram arrendatários, e os lucros do empreendimento destinavam-se a William Courteen e à sua empresa.

     Barbados obteve a independência em 1966. Desde então, tem vivido conforme uma orientação socialista moderada, mantendo sempre uma grande estabilidade política. Membro da Comunidade Britânica, o país é governado por um primeiro-ministro apoiado pelo Senado e pela Assembleia.


Cultura:
     A clara influência inglesa converte Barbados num núcleo da Inglaterra. Ali encontra-se o mais puro estilo inglês nos seus edifícios e igrejas, que parecem cópias exactas dos campos ingleses.
     Durante os séculos XVII e XVIII, o tráfico de escravos significou a chegada de milhões de africanos às ilhas das Caraíbas, muitas das quais são hoje países negros ou mulatos que conservaram muitos elementos culturais originários do seu continente de procedência.
     Quanto às manifestações artísticas, a maior parte das ilhas das Caraíbas têm conservado as técnicas do artesanato tradicional. Destacam-se a metalúrgica em chapa, a cestaria (fundamentalmente com folhas de coqueiro e bananeiras) e a elaboração de potes de barro pintados à mão. Também o couro, o âmbar e a madeira são trabalhados, resultando em belas peças de artesanato.


Principais recursos naturais:
Petróleo e gás natural (em pequenas quantidades)


Datas comemorativas:
Dia da Independência – 30 de Novembro (Comemora a data da independência, do Reino Unido, em 1966).



Símbolos nacionais:
Bandeira Nacional;
Brasão de Armas;

Vista de Bridgetown, capital da Barbados


Lema:                                                                                          Capital:
Pride and Industry ("Orgulho e Indústria")                               Bridgetown


Língua oficial:                                                                            Moeda oficial:
Inglês                                                                                          Dólar de Barbados


Tipo de Governo:
Monarquia Parlamentarista - Democracia Parlamentar


Data de admissão como membro da ONU (Organização das Nações Unidas):
9 de Dezembro de 1966.


Organizações / Relações internacionais:
  • ONU - Organização das Nações Unidas;
  • Commonwealth of Nations - Comunidade das Nações;
  • CARICOM - Comunidade das Caraíbas;
  • CELAC - Comunidade dos Estados Latino-Americanos e das Caraíbas;
  • CRNM - Mecanismo Regional de Negociações das Caraíbas;
  • OEA - Organização dos Estados Americanos;
  • CARICAD - Centro para o Desenvolvimento e Administração das Caraíbas;
  • CLAD - Centro Latino-Americano de Administração para o Desenvolvimento;
  • MNA - Movimento dos Países Não-Alinhados;
  • AEC - Associação dos Estados das Caraíbas;
  • AOSIS - Aliança dos Pequenos Estados Insulares;
  • COI - Comité Olímpico Internacional;
  • Grupo dos 77 - Nações em desenvolvimento;
  • OLADE - Organização Latino-Americana de Energia;
  • INTERPOL - Organização Internacional de Polícia Criminal;
  • MIGA - Agência Multilateral de Garantia de Investimentos;
  • OMC - Organização Mundial do Comércio;
  • OPCW - Organização para a Proibição de Armas Químicas;
  • RAMSAR - Convenção sobre as Zonas Húmidas de Importância Internacional;
  • WCO - Organização Mundial das Alfândegas;
  • TPI - Tribunal Penal Internacional;
  • CIDH - Tribunal Inter-Americano de Direitos Humanos;
  • ACHR - Convenção Americana para os Direitos Humanos;
  • WIPO - Organização Mundial da Propriedade Intelectual.


Património Mundial (UNESCO):
  • Centro Histórico de Bridgetown e sua guarnição (2011).
Edifício do Parlamento em Bridgetown (UNESCO)

Fonte:
Wikipédia, a enciclopédia livre.