Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Guatemala

República de Guatemala

República da Guatemala



Bandeira


Brasão de Armas






















Localização:
América, América Central, América Latina


Origem / Pequeno resumo histórico:
Etimologia Acredita-se que o topónimo "Guatemala" derive da palavra indígena Quhatezmalha, que significa "montanha que verte água", em alusão ao vulcão Agua, que destruiu a Cidade Velha (Santiago de los Caballeros), primeira capital espanhola da capitania geral.

História -A Guatemala é o berço da civilização maia, cujo centro era a região de Petén, o que justifica as características únicas da cultura guatemalteca no quadro da cultura centro-americana. Entre os Séculos VII e XII, quando os astecas estenderam seu domínio até à Guatemala, os maias migraram para Yucatán. Posteriormente, nova migração conduziu-os ao Petén.
     De 2.500 a. C. até ao Século X d.C., os Maias viveram uma era florescente, entrando depois em declínio até serem subjugados pelo conquistador espanhol Pedro de Alvarado, lugar-tenente de Cortés, em 1523.
     Embora os conquistadores espanhóis tenham chegado à região em 1523, houve uma feroz resistência das cidades-estado maias e a última só foi efectivamente conquistada em 1697.
     A Guatemala, até 1821, foi uma colónia da Espanha. Durante a segunda metade do Século XX experimentou uma variedade de governos militares e civis, sendo uma dessas de Jacobo Arbenz - que fora retirado do poder por ameaçar fazer reforma agrária em terras da United Fruit Company; desse modo sofreu um golpe com intervenção norte americana, em 1953, colocando um ponto final na política de Boa Vizinhança, caracterizada pelo governo Roosevelt, bem como uma guerra civil que durou 36 anos.
     Em 1996, o governo assinou um acordo de paz, terminando formalmente com o conflito, que levou à morte de mais de cem mil pessoas e criado um milhão de refugiados.


Cultura:
     No território guatemalteco encontram-se alguns dos mais remotos vestígios da civilização maia, cujas fases são conhecidas graças às estelas de pedra, usadas para medir o tempo. A primeira foi encontrada em Uaxactún e data do ano 328 da era cristã. Outros centros com ruínas maias são Quirigua e Yaxchilán.
     Textos como o Popol Vuh, o Rabinal Achi e o Memorial de Tecpán-Atitlán foram escritos depois da conquista, em línguas indígenas com caracteres latinos.
     Na arquitectura colonial, predominou o barroco espanhol com elementos indígenas. As ruínas da catedral de Antigua Guatemala são a melhor mostra desse estilo. A estatuária popular adquiriu grande perfeição a partir do Século XVI.
     A figura de maior destaque nas letras guatemaltecas é Miguel Ángel Asturias, Prémio Nobel da Literatura em 1967. O seu interesse pelas raízes do povo expressa-se em todas as suas obras, com frequentes alusões a mitos indígenas.
     Guatemala, berço dos Maias, tem uma cultura gastronómica tão rica e variada como antiga. Na culinária quotidiana da Guatemala o milho é rei e senhor: Tortilhas, Tamalintas, Pishtones, Tacos, Enchiladas, Chuchitos, etc., têm o milho como ingrediente principal.


Principais recursos naturais:
Petróleo, níquel, madeiras raras, energia hidroeléctrica.


Datas comemorativas:
Dia da Independência - 15 de Setembro - Celebra a data da independência, de Espanha, em 1821.



Símbolos nacionais:
Bandeira Nacional;
Brasão de Armas;
Hino Nacional - "Himno Nacional de Guatemala";
Insígnia da Força Aérea da Guatemala.

Insígnia da Força Aérea da Guatemala


Lema:
Libre Crezca Fecundo – ("Livre, cresça fecundo")


Vista parcial da Cidade da Guatemala


Capital:                                                                       Língua oficial:
Cidade da Guatemala                                                  Espanhol


Moeda oficial:                                                             Tipo de Governo:
Quetzal                                                                       República presidencialista


Data de admissão como membro da ONU (Organização das Nações Unidas):
21 de Novembro de 1945


Organizações / Relações internacionais:
  • ONU - Organização das Nações Unidas;
  • AEC - Associação dos Estados das Caraíbas;
  • ACHR - Convenção Americana para os Direitos Humanos;
  • BCIE - Banco Centro-Americano de Integração Económica;
  • CELAC - Comunidade dos Estados Latino-Americanos e das Caraíbas;
  • CI-A - Conferência Ibero-Americana;
  • CIDH - Tribunal Inter-Americano de Direitos Humanos;
  • CLAD - Centro Latino-Americano de Administração para o Desenvolvimento;
  • COI - Comité Olímpico Internacional;
  • FPIA - Fórum Parlamentar Ibero Americano;
  • G20 (países em desenvolvimento);
  • Grupo dos 77 - Nações em desenvolvimento;
  • ICO - Organização Internacional do Café;
  • IHO - Organização Hidrográfica Internacional;
  • INTERPOL - Organização Internacional de Polícia Criminal;
  • IPU - União Inter-Parlamentar;
  • IRENA - Agência Internacional para as Energias Renováveis;
  • IUCN - União Internacional para a Conservação da Natureza e dos Recursos Naturais;
  • MCCA - Mercado Comum Centro-Americano;
  • MIGA - Agência Multilateral de Garantia de Investimentos;
  • MNA - Movimento dos Países Não-Alinhados;
  • ODECA - Organização de Estados Centro Americanos;
  • OEA - Organização dos Estados Americanos;
  • OIM - Organização Internacional para as Migrações;
  • OLADE - Organização Latino-Americana de Energia;
  • OMC - Organização Mundial do Comércio;
  • OPCW - Organização para a Proibição de Armas Químicas;
  • PCA - Tribunal Permanente de Arbitragem;
  • SICA - Sistema de Integração Centro Americana;
  • TPI - Tribunal Penal Internacional;
  • UL - União Latina;
  • WCO - Organização Mundial das Alfândegas.


Património Mundial (UNESCO):
  • Parque Nacional de Tikal (1979);
  • Antigua Guatemala (1979);
  • Parque Arqueológico e Ruínas de Quirigua (1981).

Parque Nacional de Tikal (UNESCO)

Património Oral e Imaterial da Humanidade (UNESCO):
  • O Tradicional Teatro Bailado Rabinal Achí (2008) - O Rabinal Achí é um drama dinástico maia do Século XV e um dos escassos testemunhos da tradição pré-hispânica. Nele se representam mitos acerca das origens dos habitantes da região de Rabinal, assim como temas populares e políticos. Expressa-se através de bailes de máscaras, teatro e música;

  • A Língua, a Dança e a Música dos Garifunas (2008) (partilhado com mais 3 países) - Os garifunas têm origem na mestiçagem de vários grupos originários de África e das Caraíbas, cujos elementos culturais integraram. No Século XVIII estabeleceram-se na costa atlântica da América Central, depois de terem sido forçados a fugir da ilha de São Vicente. Actualmente, essas comunidades vivem nas Honduras, Guatemala, Nicarágua e Belize.

  • Cerimónia Paach (2013) - O Paach é um ritual de adoração do milho realizada na cidade de San Pedro Sacatepéquez. É uma cerimónia de acção de graças para uma boa colheita, o que evidencia a estreita relação entre os seres humanos e a natureza.

Fonte:
Wikipedia, a enciclopédia livre