Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Dia Internacional da Felicidade





O Dia Internacional da Felicidade é celebrado anualmente em 20 de Março.



     Internacionalmente conhecido como International Day of Happiness, o dia tem o principal objectivo de fazer com que as pessoas percebam a importância de ser feliz para poder conviver em paz, lembrando aos povos do mundo que evitem guerras sociais e conflitos, diferenças étnicas ou comportamentos adversos que comprometam a paz e o bem estar das pessoas.


Origem:
     Em Abril de 2012 a ONU - Organização das Nações Unidas, realizou uma reunião de alto nível sobre o tema "Felicidade e Bem-Estar: definição de um novo paradigma económico", por iniciativa do Reino do Butão, um país que reconheceu a supremacia da felicidade nacional sobre a renda nacional desde o início de 1970, adoptando a meta de Felicidade Nacional Bruta (FNB) sobre o Produto Interno Bruto (PIB).
     Em Julho do mesmo ano a Assembleia Geral proclamou o dia 20 de Março como Dia Internacional da Felicidade, reconhecendo a relevância de felicidade e bem-estar como objectivos e aspirações universais na vida das pessoas ao redor do mundo e a importância do seu reconhecimento nos objectivos de política pública.

     A instituição da data é o reconhecimento da importância da felicidade para o ser humano, acima dos interesses económicos e visa a demonstrar que o bem estar deve ser a meta universal para o homem e servir para a condução política dos povos.
De salientar que, pelo menos entre os delegados dos países do mundo na ONU, a iniciativa foi consagrada pela unanimidade dos países membros na época, muito embora se saiba que em muitos países a felicidade não seja o maior interesse dos dirigentes políticos.


     Ainda hoje o Butão pratica a busca da "Felicidade Nacional Bruta" e angaria a fama de ser o país onde reside uma das mais felizes populações do mundo, embora enfrente problemas sociais e financeiros, vivendo praticamente do turismo, por ser um país exótico e atractivo pelas suas crenças e cultura.