Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Libéria

Republic of Liberia
República da Libéria






Bandeira
Brasão de Armas























Localização:
África, África Ocidental, África Subsariana.


Origem / Pequeno resumo histórico:
Etimologia - O nome Libéria significa "liberdade". Os colonos recém-chegados formaram um novo grupo étnico chamado de “américo-liberianos”. No entanto, a introdução de uma nova mistura étnica resultou em tensões étnicas com as outras dezasseis principais etnias que já residiam na Libéria. A partir do Século XVI e até 1822, exploradores e comerciantes europeus tinham vários nomes para a Libéria, variando consoante a linguagem.

História - A História da Libéria é única entre as nações africanas devido à sua relação com os Estados Unidos. É um dos dois únicos países da África Subsariana, juntamente com a Etiópia, sem raízes na disputa europeia por África. Foi fundada e colonizada por escravos americanos libertos com a ajuda de uma organização privada chamada “American Colonization Society”, entre 1821 e 1822, na premissa de que os ex-escravos americanos teriam maior liberdade e igualdade nesta nova nação.
     Escravos libertos dos navios negreiros também foram enviados para a Libéria, em vez de serem repatriados para seus países de origem. Estes colonos criaram um grupo de elite na sociedade da Libéria, fundando, em 1847, a República da Libéria, que instituiu um governo inspirado nos Estados Unidos, nomeando Monróvia como sua capital, em homenagem a James Monroe, o quinto presidente dos Estados Unidos e um proeminente defensor da colonização.
     Um golpe militar em 1980 derrubou o então presidente William Richard Tolbert, Jr., marcando o início de um período de instabilidade que levou a duas guerras civis no país, que deixaram centenas de milhares de mortos e devastou a economia.
     A Libéria está hoje a recuperar dos efeitos nefastos da guerra civil e das perturbações económicas que daí resultaram.



Cultura:
A Libéria sempre fui tradicionalmente célebre pela sua hospitalidade, instituições académicas, actividades culturais e trabalhos de arte e ofícios. No noroeste do país ainda são utilizados, embora pouco, duas escritas autóctones desenvolvidas no Século XIX, a fim de proteger as culturas e as línguas locais: O silabário Vai e a escrita Vah.
A Libéria possui uma vasta e rica história em artes têxteis e estofos, cuja tradição foi introduzida pelos escravos livres e ex-americanos que emigraram para este país. Nos tempos modernos, os presidentes da Libéria presenteiam colchas típicas como presentes oficiais do Governo.
A Libéria é um dos poucos países, juntamente com os Estados Unidos e a Birmânia, que não aceitam o sistema métrico. A religião principal é o cristianismo.

Edward Wilmot Blyden, o principal escritor liberiano
e o principal precursor do pan-africanismo.

Literatura - Houve uma rica tradição literária na Libéria há mais de um século. Embora os colonos e os historiadores europeus apontem para a Libéria como um país sem uma escrita tradicional até ao Século XIX, vários liberianos ao longo dos anos têm contribuído como autores literários em vários géneros, que escreveram sobre arte popular, provérbios antigos, a vida quotidiana no campo, a vida da cidade, religião e observando as suas próprias vidas. Cultura, tradição, identidade, sociedade, questões tabu, direitos humanos, igualdade e diversidade dentro de Libéria, o multi-culturalismo, o pan-africanismo e o colonialismo têm aparecido em romances, livros e revistas a partir do Século XIX.
     Edward Wilmot Blyden (1832-1912) foi o mais famoso autor da Libéria no Século XIX. Diplomata, professor, estadista e escritor, Blyden foi considerado o principal precursor do pan-africanismo, juntamente com WEB Du Bois e Marcus Garvey. Os seus escritos giravam em torno da necessidade dos africanos desenvolverem a sua própria identidade, estarem cientes, cultural, espiritual e politicamente do seu próprio potencial e presidir ao seu próprio governo, refutando a visão europeia dos africanos como "incultos". Esses escritos inspiraram vários autores liberianos até à actualidade. No final, ele é conhecido na história do mundo e do continente Africano como o cérebro por trás da frase, "África para os africanos!" e, em seguida, inspirado pelo “Back to África”, movimento de Marcus Garvey. Blyden é um herói nacional na Libéria.

Gastronomia - O arroz é de longe o mais importante prato da cozinha liberiana, embora a massa tenha vindo a ganhar importância devido ao alto custo do arroz. A Libéria também produz mandioca, banana, citrus e coco. A batata-doce também é uma parte importante da cozinha da Libéri, sendo acompanhada com taro, bananas, mangas, abacaxis e vários tipos de nozes e amendoins


Principais recursos naturais:
Borracha, ferro, madeira e diamantes.


Datas comemorativas:
Dia nacional - 26 de Julho - Celebra a data da independência, dos Estados Unidos, em 1847;
Dia da Bandeira - 24 de Agosto.
Símbolos nacionais:
Bandeira Nacional;
Brasão de Armas;
Hino Nacional - "All Hail, Liberia, Hail!".


Lema:
The love of liberty brought us here - (O amor pela liberdade trouxe-nos aqui).


Capital:                                               Língua oficial:
Monróvia                                            Inglês


Imagens de Monróvia, capital da Libéria.


Moeda oficial:                                          Tipo de Governo:
Dólar liberiano (LRD)                             República presidencialista


Data de admissão como membro da ONU (Organização das Nações Unidas):
2 de Novembro de 1945


Organizações / Relações internacionais:

  • ONU - Organização das Nações Unidas;
  • UA - União Africana;
  • BAD - Banco Africano de Desenvolvimento;
  • ECOWAS - Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental;
  • CEN-SAD - Comunidade dos Estados Sahelo-Saharianos;
  • COI - Comité Olímpico Internacional;
  • Grupo dos 77 – Nações em desenvolvimento;
  • ICDO - Organização Internacional de Protecção Civil;
  • ICO - Organização Internacional do Café;
  • INTERPOL - Organização Internacional de Polícia Criminal;
  • IRENA – Agência Internacional para as Energias Renováveis;
  • MIGA - Agência Multilateral de Garantia de Investimentos;
  • MNA - Movimento dos Países Não-Alinhados;
  • OIM - Organização Internacional para as Migrações;
  • OMC - Organização Mundial do Comércio (observador);
  • OPCW - Organização para a Proibição de Armas Químicas;
  • PSIWMD - Iniciativa de Segurança contra a Proliferação de Armas de Destruição Maciça;
  • RAMSAR - Convenção sobre as Zonas Húmidas de Importância Internacional;
  • TPI - Tribunal Penal Internacional;
  • WAMZ - Zona Monetária do Oeste Africano;
  • WIPO - Organização Mundial da Propriedade Intelectual;
  • ZPCAS - Zona de Paz e Cooperação do Atlântico Sul;
  • ANWFZ - Tratado Africano para a Formação de uma Zona Livre de Armas Nucleares.

Fonte:
Wikipedia, a enciclopédia livre

Sem comentários :

Enviar um comentário